FUTEBOL MARANHENSE

Números comprovam que Moto Club leva vantagem no Superclássico sobre o Sampaio Corrêa

Superclássico, o maior do Maranhão.

1jefferson

Sampaio Corrêa x Moto Club é o maior clássico de São Luís e do estado do Maranhão. O confronto é chamado pela imprensa e pela torcida maranhense de Superclássico.

NÚMEROS DO SUPERCLÁSSICO;

Moto Club 201 vitórias, 727 gols, Sampaio Corrêa 183 vitórias, 704 gols, empates 223, total de jogos 607, total de gols 1.431.

PRIMEIRO CONFRONTO E GOLEADAS;

O primeiro confronto entre as duas equipes foi realizado dia 14 de julho de 1940, quando o Sampaio goleou por 7 x 2, pelo Campeonato Maranhense sendo a maior goleada da Bolívia, frente ao estreante do Campeonato Maranhense de 1940, partida realizada no campo da Rua Oswaldo Cruz.

Sampaio atuou com Caranguejo, Chico e Tarrindo; Dequinha, Clarindo e Jaime; Beneditino, Zambeta, Mascote, Leocádio e Manoelzinho; Moto Clube – Zé Neves; Zezinho e Cojuba; 91, Bá e Mozabar; Belfort e Elvitre; Djalma, Cecílio e Aderson. Marcaram para o Sampaio: Beneditino (4 gols), Zambeta, Manoelzinho e Mascote, descontando para o Moto Clube: Belfort e Aderson (Moto Club).

A maior goleada do Moto Club aconteceu em 1953 vitória por 9 a 3 no Estádio Nhozinho Santos, pelo Torneio Municipal com gols de Nabor (duas vezes), Casquinha (duas vezes), Hamilton (duas vezes) e Ronaldo e Massaud marcando os três gols bolivianos. Moto atuou com Aluísio; Baé, Homena, Carvalho e Português; Ananias e Ronaldo; Zezico, Hamilton, Laxinha e Nabor. O treinador era o saudoso Rinaldi Maia.

OS TRÊS MAIORES PÚBLICOS;

Os maiores públicos dos Superclássicos foram 95.000 pessoas no ano de 1987 pelo Campeonato Maranhense, 75.000 em 28 de julho de 1998 também pelo estadual e 65.000 pelo estadual de 2001.

RIVALIDADE A FLOR DA PELE;

Na Série C de 2017, a rivalidade entre as duas agremiações foi destaque nacional. O Sampaio Corrêa, que mais tarde conquistaria o acesso à Série B, perdeu em casa para o Botafogo-PB, resultado que acabou rebaixando o Moto de divisão, uma vez que o time rubro-negro havia sido derrotado pelo Fortaleza no Ceará.

A derrota da Bolívia Querida gerou uma série de questionamentos, pois o Papão do Norte chegou a alegar que o rival havia perdido propositalmente para prejudicá-lo. Porém, nada foi de fato constatado. O certo é que o Moto Club acabou amargando o rebaixamento e o Sampaio Corrêa foi promovido à Série B 2018, um ano após seu descenso.

Fonte: Wikipédia

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s